Pesquisar neste blogue

A carregar...

quarta-feira, 11 de maio de 2016

E eis que surge...


... a luz ao fundo do túnel!! 
I hope so...

Será que é desta que a minha vida vai dar uma grande volta ou será que sou só eu que mais uma vez estou a fantasiar e a sonhar demasiado alto... só mesmo o tempo o dirá. 

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Ideias, ideias e mais ideias!

Há tempos que ando a matutar numa tatuagem, sempre tive essa pancada mas por falta de dinheiro foi uma coisa que ficou sempre em segundo plano. Mas hoje em dia conseguem-se fazer "boas" tatuagens a preços acessíveis!
Mas depois há tantas coisas e tantos sítios que gosto, que fico baralhada...















* Adoro esta apesar de não ter rigorosamente nada a ver comigo!








segunda-feira, 11 de abril de 2016

Selfish .

Ainda me espanto com a capacidade que as pessoas têm de olhar só para o próprio umbigo.
Seja mãe, pai, mulher ou amigos, nenhum importa. O que importa é a aquela opinião, levar a ideia avante. E depois ouvem-se coisas como ...
# "É assim porque eu preciso que seja assim."
#  "Vou fazer assim porque é assim que eu quero."
# "Isso a mim não me interessa nada."

Tudo isto num contexto em que se quer marcar férias, mas existe uma pessoa em particular que não está disposta a fazer a merda de uma sacrificiozinho! 
Teimoso. Casmurro. Para burro só lhe faltam as palas, porque as ideias fixas já as tem. Irra. Que pena tenho da minha amiga que está constantemente a fazer a vida em função do egoísmo em pessoa. 
Me, me, me. Credo. 



quarta-feira, 6 de abril de 2016

Afinal o Luis Miguel morre?

É verdade que a novela já dá à imenso tempo.
É verdade que andamos a ficar todos saturados com novos enredos e complicações.
Mas também é verdade que ninguém pára de ver! Afinal se começamos a acompanhar a novela agora vamos até ao fim!
Ontem foi o fim da 2º temporada da Única Mulher ... espero sinceramente que nos fiquemos pela 3º temporada e fim!
Mas quer dizer. isto não tem jeito nenhum... então quando finalmente os pombinhos fazem as pazes e está tudo num mar de rosas, venceram o racismo e o preconceito, a vilã Pilar está presa desceu do pedestal e é cabeleireira, eis que alguém dá um tiro no Luis Miguel (que a meu ver devia ser para a Mara... como pagamento ao Norberto por ter morto o António...)... não há de todo direito!!
O bom das novelas/filmes/séries ... é que na maior parte dos casos os finais são sempre felizes.. sim  porque para desgraças já basta a nossa realidade!!!







Só um aparte ... passem os anos que passarem, os kilos que aumente, as personagens que faça ... João Catarré será sempre "qualquer coisa" !! Quem  o viu como Pipo nos MCA e quem o vê agora ... 






quinta-feira, 17 de março de 2016

segunda-feira, 14 de março de 2016

Code Black, I love you!



Sim eu trabalho na área da saúde e sim eu gosto de ver séries de saúde! 
E gosto muito desta!
Para quem gosta de Anatomia de Grey (como é o meu caso), esta não tem nada a ver! E ao principio estranha-se, porque esta dá destaque aos atos médicos, ao que fazem e deixam de fazer, aos medicamentos que administram e porquê. Gosto. Enquanto na Anatomia de Grey o principal são os casos entre eles e as relações que vão desenvolvendo ao longo do tempo, no Code Black (pelo menos neste princípio de temporada), isso é secundário, é claro que vemos como as relações deles estão a evoluir, é claro que supomos que o Neal vai ficar com a Christa, que o Angus e o Mário vão se tornar grandes amigos e que a Rorish vai ceder aos encantos do Guthrie Junior!! Mas isso tudo depois dos casos médicos estarem resolvidos! 
Espero que seja para continuar, porque estou ansiosa por ver mais! 



segunda-feira, 7 de março de 2016

A minha vida é uma animação ... NOT.

Ou melhor é uma animação de tão deprimente que é.
Confesso que estou a ficar seriamente desiludida com a vida.
Numa vida passada devo ter sido má como as cobras.
E sim eu sei que existem sempre pessoas que estão piores do que nós, e que devemos agradecer por tudo o que temos (trabalho, casa, familia, amigos, etc etc) ... mas como se diz, com o mal dos outros posso eu bem. O que me importa é o meu. E a coisa tá preta.