Pesquisar neste blogue

A carregar...

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Serei só eu?

Tenho dias em que me levanto da cama a muito custo. Arranjo-me para sair. Chego ao trabalho. E passado 5 minutos sinto o meu corpo a ceder. A vontade de sair daqui. De fugir. Fala mais alto. Oiço o meu subconsciente a gritar para me ir embora. Sair daqui. Ir para longe. Só eu, e os meus pensamentos.

Estarei infeliz? Precisarei mudar de vida? Precisarei de mudar de trabalho?
O pior é que desconfio que o problema não está no local de trabalho, mas sim no trabalho em si. ESTOU FARTA DO MEU TRABALHO!
Não me consigo imaginar a fazer isto o resto da vida. Sempre as mesmas coisas, as mesmas pessoas, o mesmo tudo. Precisava de algo que me desafiasse, um progresso constante, uma busca pela satisfação profissional, o sentimento de sucesso alcançado.
Mas aqui sinto que estagnei, não passarei disto.

Falling apart.

Resultado de imagem para falling apart quotes



Resultado de imagem para falling apart quotes

#HopeSo

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Com o passar do tempo entendes que não são os teus amigos que te vão acompanhar o resto da vida e sim o teu namorado/marido.
Confesso que estou a passar por essa fase, sempre pensei em mim e nos meus amigos, pois há muito que estava sozinha. E agora é um processo complicado, como que cortar o cordão umbilical!
Continuamos a sair e a fazer a maior parte das coisas juntos, tal como fazíamos antes, no entanto, por vezes é estranho, sentir o afastamento, que considero ser normal, porque afinal agora  momento tenho uma pessoa com quem "partilhar a vida".Gosto de igual forma deles. Mas penso que tanto para mim como para eles (principalmente para o que está solteiro) está a custar um pouco.
Mas afinal não passa de um processo de aprendizagem e evolução!
Estamos a crescer, e a evoluir. E a nossa vida está a mudar!

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Vou apanhá-los todos!



Há uns anos atrás quando o GameBoy Color estava na berra e eu era criança, tive a sorte de ter um desses brinquedos e com ele vinha o famoso jogos dos Pokemons, aquilo era a delicia da maior parte das crianças. Lembro-me que andava na escola primária, e que depois das férias do Natal quando chegamos à escola a atracção principal era saber quem também tinha recebido o famoso GameBoy! O meu era verde! Tive imensa pena quando se estragou. Mas ainda está em casa dos meus pais guardado religiosamente! 

Agora nos dias de hoje, ao saber que lançaram um jogo de Pokemons como ficar indiferente? 
Não é possível! É toda uma infância a vir ao de cima!!!

Confesso que não sou fanática, não jogo enquanto conduzo, não vou a casa das pessoas pedir para entrar porque tem lá um pokemon, há que ter limites! Ser racional! E agir de acordo com uma pessoa de 25 anos!! 

Gosto do jogo. Gosto de jogar com os meus amigos, de estarmos no café e "Bora lá ver se aqui há pokemons", de nos rirmos um bocado com a situação! Gosto quando vamos dar passeios e levamos o jogo a contar para ver se o ovo nasce, e depois de gozar uns com os outros quando sai um pidgey ou um rattata! Enfim, é um bom entretenimento para passar o tempo!