terça-feira, 20 de novembro de 2012

Pensamentos no comboio.

Todos os dias perco cerca de 70 minutos no comboio, 35 para cada viagem, e faço sempre esse percurso sozinha, mural da história, tenho tempo de sobra para pensar. E muitas das vezes, pensar em coisas que não devo! 

Confesso que se "as paredes" do Fertagus falassem, podiam contar muitas histórias minhas. São vários os devaneios, os pensamentos, os arrependimentos e alegrias partilhadas. Qualquer dia vou começar a achar que o Fertagus é o meu melhor amigo!!! Ao menos ouve-me sempre que preciso e nunca me aponta o dedo, e raramente me desilude!! 

Esta semana acabei o livro que estava a ler e de momento não tenho mais nenhum em stock, ou seja, mais tempo ainda para ir imersa em pensamentos, é que perdi completamente aquele hábito de ir a ouvir música durante a viagem, não sei porquê, mas sei que gosto de apreciar aqueles momentos para ir em sossego, em paz interior comigo própria!!

Hoje depois de já estar farta de olhar para a janela, mesmo sem dar conta, pus-me a pensar quando é que ia achar um homem que me amasse, quando é que ia viver um amor, assim como aqueles que se vivem nos filmes?! Até que depois caí em mim, afinal esse amor do livros não existe! E cada vez mais acho que estou destinada a ficar sozinha, a ficar para tia, a verdade é que essa é das coisas que eu menos queria na vida, sempre sonhei em casar e ter filhos, em ter uma família feliz, em bom português, ter uma família funcional, como a maior parte dos psicólogos de hoje em dia gostam de chamar. 
Não posso negar que isso me entristece bastante, pensar que posso acabar sozinha, sem ter ninguém a meu lado com quem partilhar o meu dia, as minhas alegrias e as minhas tristezas. 
Afinal, tudo o que eu queria era ser feliz. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

NEW SEASON

A imagem fala por si. É mais ou menos isto! O verão já lá foi, já apetece vestir roupa mais quentinha, passar um fim de semana a ver f...